Arquiteto usa impressora laser colorida para criar papel de parede

Impressora Laser Colorida

A impressora laser colorida reproduz desenhos em vários formatos para decorar qualquer ambiente

O inventor da impressora laser colorida talvez nunca imaginaria as possibilidades de sua criação. Mas esse é justamente o melhor lado do ser humano, aquele que nos fez descer das árvores há milhares de anos para vasculhar a área ao redor: a criatividade. É ela quem move o mundo. E encontra novas possibilidades para quase tudo. E com a nova onda do faça você mesmo, a impressora laser colorida é capaz de criar os mais variados desenhos para deixar a sua casa ou escritório com um toque especial.

Impressora Laser Colorida

A artista plástica Juliana Russo é um destes exemplos. Além de decorar a sala com um papel de parede criado na impressora laser colorida e personalizado ao mais alto nível da palavra, a jovem de trinta e quatro anos produz e restaura moveis rústicos que decoram sua casa e ateliê na Vila Madalena, bairro boêmio e descolado da zona oeste de São Paulo. Segundo ela, a ideia surgiu quase que naturalmente, em uma noite batendo papo com os amigos e manuseando com um rótulo descolado da garrafa de cerveja, brincando de colar na parede do bar.

“A impressora laser colorida entra em cena na fase final do processo. Tudo começa com um desenho no papel, que digitalizo com o scanner, ou desenvolvo no próprio computador. Jogo alguns efeitos, uso programas de desenhos vetoriais como o Corel DRAW e de edição de imagens como o Adobe Photoshop. Tenho diversas influências artísticas e não sigo uma estética especifica, mas confesso ter uma certa queda pelas formas geométricas, sobretudo quando posso criar uma contradição entre o proporcional, o matemático e o bizarro”, brinca a artista.

A técnica desenvolvida por Juliana é muito simples, e inclusive conta com os mesmos elementos daquela noite de bar: uma folha de papel, água e cola. Depois de projetar o design, ela define se vai usar um único padrão, ou criar uma espécie de mosaico. Com o desenho pronto, a impressora laser colorida começa a fazer a sua parte e cria várias cópias do original. Ela pode pôr folhas de sulfite em tamanhos A3 ou A4. O próximo passo é muito parecido com as antigas propagandas de rua, com a colagem de panfletos. Em uma bandeja de pintura, mistura-se em proporção de dois para um, água e cola. E com um rolo aplica-se a mistura nas folhas e na parede, formando assim um novo visual refletindo mais uma vez a visão de Juliana, ou dependendo da residência, a minha ou a sua sobre o mundo.

Se você é como Juliana e procura uma boa impressora laser colorida, não deixe de conhecer: https://www.informaticashop.com.br/impressora-laser-colorida.html

You Might Also Like